Fevereiro é “Mês da Identidade Africana” na Bantumen, plataforma online

Vale para nós brasileiros conhecer a Bantumen, plataforma online focada na cultura negra da lusofonia, fevereiro é dedicado ao “Mês da Identidade Africana”. A iniciativa social é pioneira em Portugal e pretende criar um movimento de valorização e reconhecimento da história e presença afrodescendente no país.

Inspirada no Black History Month com origem nos EUA e atualmente celebrado também no Canadá, Irlanda, Países Baixos e Reino Unido, a data é apontada como um momento de celebração e reflexão. O “Mês da Identidade Africana” em Portugal tem como objetivo espalhar e assinalar a efeméride para o público português. Colocar a identidade africana presente em Portugal debaixo dos holofotes é a mensagem core desta iniciativa social que conta já com o apoio do Teatro GriotUnião Negra das ArtesAssociação Cultural e Juvenil Batoto Yetu PortugalAfrolis Associação CulturalMundo NegroStartup PortugalAltafonteNatixis e ThirdEyeMedia

“Refletir, celebrar e partilhar a diversidade da nossa sociedade significa fomentar a aceitação da multiculturalidade nacional,  criando um ambiente que promova a  inclusão”, reflete Vanessa Sanches, fundadora da Bantumen. “A presença africana em Portugal é secular, faz parte da História do país. À semelhança do que já acontece noutros países, é preciso reconhecer essa história, criando espaço para tratar as feridas do passado, celebrar essa presença e refletir sobre as questões sociais inerentes e as suas soluções.

Assim, na Bantumen decidimos que este seria o ano em que passaríamos das palavras à ação. Nesta primeira edição, vamos celebrar o #MIA2022 com destaque para a cultura, literatura, arte, gastronomia, entre outras áreas”, conclui.

De 1 a 28 de fevereiro, pode-se ainda acompanhar a agenda editorial da Bantumen que vai destacar e dar a conhecer as histórias e estórias fascinantes de alguns nomes do mundo da literatura, empreendedorismo, música, arte e gastronomia da comunidade negra em Portugal. Durante o mês de Fevereiro, serão conhecidas entrevistas exclusivas, debates online, sugestões de boas leituras afro-centradas, roteiros (deliciosos) de restaurantes de culinária africana de norte a sul de Portugal, divulgação de eventos e ainda entrevistas exclusivas.

Ngozi Bell, partner na Trans-Sahara Investment Corporation e apontada como Regional Advocate durante a presidência de Obama; Yovanka Perdigão, Gestora de Comunicação na Africa Research Institute; Naky Galgo, fundador da African Lisbon Tour; são apenas alguns dos participantes que contribuíram para a criação deste “Mês da Identidade Africana” na Bantumen.

Site: https://bantumen.com/

Fonte: https://comunidadeculturaearte.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s