Dá um Time!

Por Francis Ivanovich:

A entrevista de Lula a Time só demonstrou o que já sabíamos, temos um autêntico estadista como pré-candidato às próximas eleições no Brasil. Lula não se furtou a responder questões espinhosas, como sempre, e sua coragem em dizer o que realmente pensa é prato cheio para os detratores de plantão.

As declarações de Lula sobre a guerra da Ucrânia foram o destaque dos veículos da chamada grande imprensa. Lula até parece que ofendeu São Zelensky. Sim, por que o senhor Zelensky já é o novo santo do mundo. Contrariar a figura de Zelensky é a nova heresia.

O que sei é que esta guerra é péssima para a população civil, as famílias, as crianças. Lula na entrevista questiona se Zelensky trabalhou firmemente para evitar a guerra. Pergunto, quem pessoalmente está lucrando mais com esta guerra evitável: Putin ou Zelensky?

Quando um não quer, dois não brigam, diz a máxima popular. Não tenho dúvidas de que este conflito era evitável e oculta interesses escusos de ambos os lados. Ninguém é santo nesse jogo sórdido. Quem sofre, como sempre, é o povo, e não os que habitam os protegidos gabinetes-bunkers.

Lula mais uma vez foi atacado por jornalistas que parecem mais assessores de imprensa, com todo o respeito aos assessores de imprensa, pois também já atuei profissionalmente como assessor. O que não dá para aceitar é retirar trechos de uma longa entrevista e fazer jogo sujo, deturpar, querer induzir o público a acreditar no que não é verdade. Isso é subproduto de fake news.

Na entrevista histórica de Lula, não temos dúvidas de que estamos diante de alguém que não faz teatro, mas fala sério, mesmo que desagrade. Como a questão do petróleo. É evidente que nós desejamos energia limpa, um mundo mais sadio, mas esse caminho não é para agora, mesmo que seja urgentíssimo. A gente vai ter de continuar utilizando combustíveis fósseis, senão o mundo estaciona, quebra.

A energia limpa deve ser projeto de governo, ser trabalhada já, visando conquistarmos a capacidade do mundo não depender mais de petróleo e carvão. Seria fácil para Lula falar a Time como os demagogos falam, que o Brasil precisa proteger a floresta, criar alternativas energéticas, etc. É um discurso fácil, vazio, eleitoreiro. Lula não tem medo de temas polêmicos, mesmo que possam prejudicar índices de pesquisas.

A entrevista na Time só confirmou o que sabíamos, com Lula o mundo volta a olhar para o Brasil com respeito, o país passa a ter vez e voz e não esta humilhação que temos hoje sofrido.

Aos detratores, aos invejosos, aos incompetentes, aos antidemocratas só digo uma coisa:

Dá um time!

Francis Ivanovich é jornalista e cineasta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s