Lançamento do livro “Samba, sambistas e sociedade”, hoje, na livraria Folha Seca

Samba, sambistas e sociedade é um ensaio etnomusicológico, de Samuel Araújo, que apresenta uma história crítica do samba na cidade do Rio de Janeiro do início dos anos 1990, e será lançado hoje na LIvraria Folha Seca, Rua do Ouvidor, 37, centro do Rio.

Samuel Araújo procura ilustrar a relação entre ambos os fazeres e sua importância para a solução de dilemas sociais de maior abrangência no país e para a mediação entre os diversos aspectos do samba, propondo romper com estratégias na área da música, como a de inferiorização de negras e negros brasileiros.

O autor recusa o fortalecimento do status quo eurocêntrico, que desqualifica a produção de não ocidentais, não europeus e não brancos e introduz o conceito de “trabalho acústico”, que estabelece condições para que a produção artística de afrodescendentes e a porção de humanidade que estes representam se mostrem em toda plenitude produtiva e comunicacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s