“Frida Kahlo – A Deusa Tehuana” faz temporada no Teatro UFF Niterói


Nesses tempos de ameaças à Democracia, uma boa dica é ir assistir ao monólogo “Frida Kahlo – A Deusa Tehuana” com direção de Luiz Antônio Rocha, e atuação de Rose Germano, que faz curta temporada no Teatro UFF de Niterói, sábados, às 20 horas, e domingos, às 19 horas, de 21 de maio a 05 de junho. O espetáculo é livremente inspirado no diário e na obra da pintora mexicana, fragmentos da vida e do pensamento de uma mulher à frente do seu tempo e que não temia lutar pela liberdade do povo do seu país, o México.

Este espetáculo desconstrói o mito Frida, para revelar a mulher humana, bem diferente da figura pop cultuada no mundo inteiro. O monólogo este ano de 2022 completa oito anos em cartaz, e percorreu cidades pelo país como Salvador, Fortaleza, BH e SP com grande sucesso de público e crítica, além do reconhecimento internacional na sua estreia no RJ, com destaque no principal Jornal do México “El Universal” e na TV Mexicana.

Para a montagem do espetáculo houve uma longa pesquisa que incluiu uma viagem de Rose Germano e Luiz Antônio ao México, visitando a cidade Oaxaca, Teothihuacan, na qual encontraram a mulher Frida que queriam levar ao palco. A pintora que transformou a dor em arte estava despida para dar vida à Deusa Tehuana.

Rose Germano dá vida à mulher Frida.

Atriz

Ao falar sobre o que a inspirou a viver Frida Kahlo no teatro, a atriz Rose Germano revela que “há uma similaridade entre as culturas mexicana e brasileira, especificamente a nordestina, em que estão suas raízes. “Sou de Riacho do Meio, uma cidadezinha do interior da Paraíba. Foi aí que me inspirei, nesse povo guerreiro, nas histórias de mulheres cheias de vida e coragem.”, disse.

Novo espetáculo

Sobre o porque de viver Frida hoje, Rose diz que “a importância de viver essa história está na
autenticidade da mulher à frente do nosso tempo. Frida é a desmedida das coisas, está fora dos padrões estabelecidos. Viver Frida é encarar a vida e a morte com a mesma grandeza.”, afirmou Rose Germano que prepara um novo espetáculo sobre a cantora chilena Violeta Parra, cujo título é Violeta Parra em dez cantos, ainda sem data de estreia.

Ficha Técnica
Dramaturgia: Luiz Antônio Rocha e Rose Germano
Encenação: Luiz Antônio Rocha
Atuação: Rose Germano
Músico: Claudio Pereira.
Iluminação: Aurélio de Simoni
Cenário, Figurinos e Direção de Arte: Eduardo Albini
Trilha Sonora: Marcio Tinoco
Direção de Movimento: Norberto Presta
Operador de Luz e Som: Rodrigo Mello
Fotos: Renato Mangolin e Carlos Cabéra
Realização: Espaço Cênico Produções Artísticas
Produção: Riacho Produções Artísticas
Gênero: Drama
Duração: 60 min
Faixa Etária: 16 anos

Serviço:

“Frida Kahlo – A Deusa Tehuana

Teatro UFF Niterói

De 21 de maio a 05 de jumho

Sábados, às 20 horas, e Domingos, às 19 horas.

Ingressos: Guichê Web Ingressos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s