Alexandre Gigante

Por Núcleo Saravá Cultural:

Hoje é um dia muito triste para a militância do PT e para o Núcleo Saravá Cultural. A notícia da morte do companheiro Alexandre Teixeira, o criador do Lula Gigante ou Lulão, é um duro golpe.

Quem conheceu Alexandre sabe que era uma pessoa amável, apesar do seu jeitão “brabo” ao comandar o processo inflar e erguer o Lulão. Alguns tiveram o privilégio de tomar uma bronca dele, ao fazer besteira, quando estava ajudando a erguer o Lulão de 10 metros de altura.

Sempre achamos divertido ver o Alexandre agitado, dando ordens seguras, como um general conduzindo seus soldados a fim de que o Lulão não tombasse, ficasse sempre de pé, firme, como se ali estivesse em carne e osso o nosso presidente Lula.

A notícia da sua passagem foi dada pelo companheiro Raphael Ruvenal, numa ligação às 2 horas da manha para o sonolento Francis, que não conseguiu compreender quem havia partido. Ao despertar, saltou da cama e para sua tristeza lá estava a fotografia de Alexandre na tela do celular e o informe da sua cremação. Francis comunica a Paulinho Sacramento a notícia.

Paulinho está incrédulo. Diz que a notícia o deixou “mole” e imediatamente reage, como sempre, e argumenta: “Temos de adotar o Lulão!” Uma responsabilidade e tanta. Será que estamos à altura de Alexandre Teixeira? Raphael Ruvenal cobra: “Precisamos escrever um texto sobre o Alexandre no Blog do Saravá!”.

Estamos tocados por esta perda imensa.

Alexandre Teixeira de camisa branca com óculos pendurado. (foto de Ierê Ferreira)

Como esquecer a participação do Lula Gigante na inauguração do Comitê Cultura Gera Emprego? O Lulão erguido na frente da nossa sede. Na bela foto, de Ierê Feirreira, está o nosso companheiro Alexandre (camisa branca com óculos pendurado), feliz, num dia também marcado por ele.

As manifestações do PT e eventos do Núcleo Saravá Cultural não serão iguais, mesmo que o Lulão esteja presente. Sentiremos sempre falta do seu criador regendo como um maestro a sinfonia do Lulão escrita no ar, a 10 metros de altura. O criador parte, fica a criação, a herança, o Lula Gigante, o Lulão, a memória.

Sentiremos saudades de você Alexandre, você que era um gigante!

Muito obrigado!

Texto assinado por Francis Ivanovich, Paulinho Sacramento, Ana chagas, Raphael Ruvenal, Ierê Ferreira, JG e demais companheiros do Núcleo Saravá Cultural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s