FICO: um chileno no Paço Imperial

Por Francis Ivanovich:

Assisti o espetáculo Fico, baseado no livro “Recuerdos del Pasado”, do chileno Vicente Perez Rosales (1807/1886), no Paço Imperial. A dramaturgia foi realizada pelo ator chileno Francisco Sanchez em parceria com o ator brasileiro Julio Adrião, que também assina a direção do espetáculo protagonizado por Sanchez. Este processo durou cerca de cinco anos para se concretizar.

Sanchez interpreta um jovem chileno que para conquistar a maturidade, acaba sendo jogado numa viagem marítima que o faz desembarcar no Rio de Janeiro, diretamente de Santiago do Chile, na cidade que viria conhecer pessoalmente Dom Pedro I.

A história se passa no período que o Príncipe Regente estava pressionado a decidir romper com Portugal, permanecendo no país, fato histórico que acabou conhecido como o Dia do Fico.

A assinatura de Julio Adrião na direção do ator e do espetáculo é inconfundível. Para quem conhece o seu Descoberta das Américas, reconhece facilmente o competente trabalho corporal e a narrativa criativa que encanta e seduz o público.

Considero corajoso o espetáculo. Trabalhou um tema espinhoso, que poderia facilmente cair no caricato ou num ufanismo pobre. No entanto, a carpintaria do texto conquistou uma textura de originalidade.

Há momentos no texto, confesso, que me incomoda o resvalar pelo exótico, um estigma que acompanha do Rio de Janeiro – a tal Cidade Maravilhosa -e o Brasil com sua natureza, mas isso não compromete, consegue escapar dessa armadilha e aliado à interpretação competente e segura de Francisco Sanchez, num português quase perfeito, torna o espetáculo muito bem sucedido.

Acompanha o ator um trio de cordas e violão, a executar trilha original que pontua o espetáculo. A musicalidade se completa com o ator executando bem o trombone, inclusive o Hino Liberdade, nos deliciando com uma performance coerente na construção da cena.

O espetáculo é oportuno quando vivemos um difícil momento no país, quando nossa Democracia vem sendo atacada e ameaçada pelo atual desgoverno, o que muito contribui para essa reflexão.

O espetáculo Fico está em cartaz até até 05 de junho, no Paço Imperial, Praça XV, com entrada franca. Um coprodução da Julio Adrião Produções Artísticas e a companhia chilena Tryo Teatro Banda.

O espetáculo, que conta a história de um jovem que busca a maturidade, certamente terá vida longa e também amadurecerá conquistando mais plateias.

Serviço:

Local: Paço Imperial.

Praça Quinze de Novembro 48, Centro. 

Última semana: 04 e 05 de junho.

Sáb, às 16h.

Dom, às 11h e às 16h.

*Francis Ivanovich é jornalista, cineasta, autor e produtor.

(foto: Divulgação)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s