Azula: irresistível voz original da resistência

Por Francis Ivanovich:

Há momentos mágicos em nossa vida. Você está ali no lugar certo, na hora certa e pimba! A mágica acontece. Na última sexta-feira, 03 de junho, estava eu e minha amiga Nathalia Demário numa conversa animada numa das mesas do Saravá Prainha, quando uma voz ecoou pelo salão. Um susto! Era uma voz que penetrava nossos corações e nos paralisava. Era Azula quem cantava.

Você conhece Azula? Não? Então prepare-se para conhecê-la. Ela vai se apresentar no espaço Favela do Rock in Rio 2022. Sua originalidade ao cantar vai arrebatar os que lá comparecerem. Azula, diz a apresentação no site do Rock in Rio, é uma cantora, ativista e pesquisadora da musicalidade negra, além de atriz; uma artista cujas fontes têm origem no Jazz, na MPB, Samba, R&B.

Azula é uma das mais originais intérpretes que vi nos últimos tempos. Tenho a nítida impressão de que testemunhei o nascimento de uma poderosa artista da Música Popular Brasileira. Como não ficar impressionado quando ela interpretou com tanta vitalidade e criatividade “Alô, Alô Marciano” que Elis Regina eternizou? Não senti falta de Elis. Azula recriou a canção com textura própria e enorme originalidade. Tive a impressão de ouvir pela primeira vez a canção composta por Rita Lee e Roberto de Carvalho.

Acompanhada pelos competentes e talentosos Paulo Vinícius, Guitarra e Mano Jahi, na percussão, Azula realizou um show de uma qualidade musical impressionante. Azula é uma artista versátil, que através da sua inconfundível voz nos convida ao ato de resistência das populações negras e lgbtqia+, além das reelaborações e possibilidades de superação.

“Minha arte é travesti e a música produz as ondas que me levam a acessar um espaço sensível, além do meu lugar e alcançar ouvidos necessitados, transformar sentimentos.” – afirma Azula.

Nessa noite conheci o talento e o impecável trabalho de uma artista de verdade, e percebi que meus ouvidos e minha alma necessitavam do seu canto. Axé, Azula! Os palcos da vida te aguardam.

Instagram da artista: https://www.instagram.com/azuladacordomar/

*Francis Ivanovich é jornalista, cineasta, autor, produtor cultural e coordenador de comunicação do Saravá Cultural.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s