Lula na cova dos leões, como Daniel

Por Francis Ivanovich:

Hoje acontece o debate da TV Globo e a imagem que vem à mente é a de Lula numa espécie de cova cercado por leões. Não sou especialista em religião, mas pelo que recordo, trata-se de uma passagem do Velho Testamento, no Livro de Daniel, que desde menino me impressionou. Quem gostaria de estar numa cova cercado de leões famintos? O pintor barroco Rubens (1577-1640) criou a famosa tela acima, Daniel na cova dos leões.

A passagem bíblica conta que no Império Aquemênida, no reinado de Dario, o Medo, um decreto do rei proibia a adoração a qualquer Deus, que somente o rei deveria ser venerado, e quem fizesse o contrário seria jogado na cova dos leões. Daniel que era amigo do rei Dario – nem sempre é bom ser amigo ou conviver com um rei – foi flagrado rezando a Deus e foi empurrado para dentro de uma cova cheia de leões com fome.

No entanto, Daniel não é devorado pelos leões, pois, como conta a Bíblia, Deus enviou um anjo que cerrou a boca dos leões. O Rei Dario ficou tão impressionado que ordenou a liberdade de Daniel, e acabou atirando na mesma cova os assessores e políticos que o influenciaram a criar o decreto da cova dos leões.

Que metáfora maravilhosa para o debate da TV Globo, nesta noite. Lula é Daniel cercado por leões famintos por votos e desesperados pelo futuro. Principalmente os que têm culpa no cartório ou amargarão o ostracismo da sua mediocridade política. Deus, que é povo, vai fechar a boca desses leões raivosos nesta noite, eles que partirão para cima de Lula com dentes e garras afiadas. Há leões que não suportam ver Lula que, desde 2018, mesmo preso injustamente, aparecia nas pesquisas como vitorioso num segundo turno.

A cova dos leões desta noite será bem perigosa para Lula, tentarão de tudo para desmoralizá-lo, devorando seus votos, fazendo-o sangrar. Leões menores estarão ali, aparentemente inofensivos, prontos para abocanhar pedaços que se desprenderem das mordidas dos leões maiores. Não duvido que ao final das eleições Simone Tebet supere Ciro, estraçalhando seu minguado capital político.

Lula está com o povo e se o ditado popular estiver correto, a voz do povo é a voz de Deus, então Lula não será sequer arranhado e, ao deixar a cova dos leões, rumará para a vitória no primeiro turno, rugindo sua inquestionável força popular.

No entanto, companheiros e companheiras da democracia, nãos fiquemos iludidos. Esta cova, além de perigosa, é repleta de armadilhas invisíveis, de forças ocultas que podem provocar sérios ferimentos em Lula. Ele deverá estar muito bem preparado para os botes vindos de todos os lados, dentro e fora dessa cova virtual.

Aguardemos pelo debate com serenidade, mas confiantes na justiça e na história, elas prevalecerão, e quando as urnas rugirem como o Rei Leão, do alto da montanha da liberdade, ouviremos a voz humana anunciar que o Brasil rumará outra vez na direção de um país de paz, esperança, trabalho, comida na mesa e democracia, e não uma selva de barbárie, desigualdade, medo e fome.

As hienas irão chorar. É Lula no primeiro turno! Que Daniel nos inspire!

*Francis Ivanovich é jornalista, autor, cineasta, produtor cultural e com orgulho filiado ao Partido dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s