Lançamento do livro”Iselu Agbayê” no MUCHAB, dia 08/12

Iselu Agbayê: um livro que reúne textos sobre política e relações internacionais de uma nova geração de jovens autores negros

Onze jovens negros são autores de um livro sobre Relações Internacionais que será lançado no dia 8 de dezembro, às 15h, na Biblioteca José Bonifácio, localizada no Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB), na Gamboa, no Rio de Janeiro.
O objetivo é abrir o tema a novas vozes, uma nova geração de analistas, acadêmicos, pesquisadores, negros e negras, novos olhares que se voltam para onde grande parte da bibliografia obrigatória branca nunca olhou, por omissão ou descaso.
A obra ganhou o nome de “Iselu Agbayê (que em yorubá quer dizer política internacional).

A ideia de fazer essa coletânea surgiu a partir do momento em que André Sena, Doutor em História Política pela UERJ, observou que ao longo dos anos crescia o número dos alunos negros nos cursos de Relações Internacionais nas universidades particulares em que lecionou. “Observei a pouca representatividade de autores negros e, especialmente no Brasil, não encontrei um autor negro que eles tenham lido sobre Relações Internacionais. Então vi uma oportunidade de mostrar esse olhar de meus alunos negros”, explicou.

“É inegável a contribuição da cultura negra em todos os aspectos da história mundial. No caso do Brasil, ainda se torna mais evidenciado, em função da trágica e perversa prática da escravidão que foi muito forte na construção do Brasil Colonial, e também do Brasil Independente”, como ressalta Luciene Carris.

Dividido em onze capítulos organizados por André Sena e Luciene Carris, ambos Mestres e Doutores pelo Programa de Pós-Graduação em História Política da UERJ, o livro reúne textos sobre contribuições do Movimento de Mulheres Negras Brasileiras para outra economia global; propostas de cooperação em termos de economia solidária entre o Brasil e o Haiti na perspectiva da agricultura familiar; questão de cor e gênero no Brasil e nos Estados Unidos e quilombo além-mar: a experiência imigratória de cinco jovens negros brasileiros na terra da nossa primeira colonialidade.

Outros temas abordados são: a formação dos continentes policiais nas colônias portuguesas de Moçambique e Brasil; a política internacional nos anos 70 e o movimento social negro brasileiro; violência racial e resistência negra: percursos entre Brasil e Estados Unidos; reparações históricas da escravidão; a influência da teologia negra americana na construção da identidade negra cristã brasileira e Negro: ser ou não ser? Erro em questão.

Os 11 alunos/autores são: Alan da Cruz Ribeiro, Brunior Francisco Alves, Davi Akintolá F. Oliveira, Ethol Exime, Glayce Kerolin R. Maximiano, Gleyce Apolinario dos Santos, João Pedro Pereira Mina, Letícia Santana, Marcelo Araújo F. Mizurine, Renan de Sá da Silva Bayer e Tainah Santos Pereira.

SERVIÇO

Lançamento do livro “Iselu Agbayê” – 11 jovens vozes negras discutindo política e relações internacionais
Dia: 8 de dezembro, às 15h
Local: Biblioteca José Bonifácio, no Museu da História e da Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB) – Rua Pedro Ernesto, 80 – Gamboa – Rio de Janeiro
Editora: Metanoia Páginas: 240 Preço: R$45

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s