A Cultura começa a respirar

Por Francis Ivanovich:

No Centro de Tratamento Intensivo estava a Cultura. Agonizando, entubada, vítima do vírus da ignorância, do autoritarismo nefasto, um vírus personificado na figura de um ex-presidente sem a mínima condição de ocupar o cargo que jamais exerceu em favor do povo brasileiro.

O anúncio foi feito pela ministra da Cultura, Margareth Menezes, durante a cerimônia de posse de Tarciana Medeiros, nova presidente do BB, primeira mulher a ocupar a presidência do banco.

Pessoas jurídicas (CNPJ) e pessoas físicas (CPF) podem apresentar propostas de projetos em artes cênicas, cinema, exposição, ideias, música e programas educativos. O Banco do Brasil destinará aproximadamente R$ 150 milhões para realização dos projetos. O valor será dividido em até R$ 50 milhões a cada 12 meses de vigência do edital. A disponibilidade orçamentária para os patrocínios será definida pelo Banco em negociação com cada proponente selecionado, considerando as contrapartidas oferecidas.

A Cultura foi uma das maiores vítimas do desgoverno passado, que ainda articula seus tentáculos e venenos contra a República. A Cultura foi perseguida, censurada, discriminada, impedida de acesso aos recursos, como foi o caso da Lei Paulo Gustavo e Aldir Blanc.

Produtores culturais, artistas, técnicos, trabalhadores da Cultura começam a ver luz no fim do túnel. O Edital do BB é excelente notícia.

As inscrições ficam abertas até 3 de março e são gratuitas. Podem ser realizadas pelo site.

Os resultados devem ser divulgados em junho de 2023.

Baixe o Edital:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s